Equipe Técnica responsável.


Advogado Tributarista Otto Glasner – participou dos 2 mandatos Presidente da República FHC como:

  • Presidente da ADCL – Associação de Defesa da Concorrência Legal;
  • Secretário Geral Adjunto da Receita Federal do Brasil;
  • Assessor Especial do Ministro da Fazenda, Dr. Pedro Malan;
  • Presidente do Conselho de Contribuintes do Ministério da Fazenda
  • Professor da Escola de Administração Fazendária do Ministério da Fazenda;
  • Presidente da SUDENE.


  • Marco Wolfenson

  • Master of Science (MSc) Engenharia de Sistemas-1974 (ITA –Instituto Tecnológico da Aeronáutica – CTA – São José dos Campos,São Paulo).
  • Master of Science (MSc) Engenharia de Sistemas - 1977 (Cornell University - Ithaca - New York - USA).
  • Doctor of Philosophy (PhD) Engenharia de Sistemas-1980 (Cornell University-Ithaca – New York – USA).


  • Josiel Crispim

  • Advogado, graduado pela Universidade Católica de Pernambuco;
  • Pós-Graduado em Direito Processual, pela Universidade Mackenzie;
  • Pós-Graduado em Direito da Empresa, pela Fundação Getúlio Vargas;


  • Apresentacão


    O IDESC por intermédio de seu parceiro Glasner & Glasner detentor de Cártulas e toda Metodologia Administrativa, para pagamento de TRIBUTOS VENCIDOS E A VENCER, com deságios de 66% nessa parceria com o IDESC, desenvolveu uma expertise jurídica que consiste na utilização do crédito tributário oriundo do Empréstimo Compulsório instituído pela Lei nº 1.474/51. A operação é totalmente administrativa e absolutamente legal, sob todos os pontos de vista do direito processual, fiscal e tributário, de modo que a empresa ao aderir a parceria com o IDESC, terá um eficiente instrumento de redução de pagamento tributário, enquanto existirem os créditos para tal.



    Como Funciona:

    PASSO 1 - Empresa assina Protocolo de Intenções com o Idesc e anexa as informações de quais tributos quer pagar e seus valores mensais(extrato tirado eletronicamente na SRF). Idesc encaminha ao escritório Glasner & Glasner, para agendamento com a empresa, elaboração e assinatura de contrato.


    PASSO 2 - Após cinco dias aproximadamente, da assinatura do contrato, a Equipe do Escritório Glasner & Glasner, em todo Brasil, gera os créditos com depósito das Cártulas no Conta Corrente da empresa do valor do deságio posto contratualmente, referente as compensações e entra com pedido de Compensação na SRF, procedimento especial previsto em Instruções Normativas RFB via processo eletrônico/digital e não pelo programa PER/DCOMP.


    PASSO 3 - Cumprido o Passo 2, a empresa confere o depósito em seu Conta Corrente e inicia as COMPENSAÇÕES mensais, voltadas ao aproveitamento e utilização integral do crédito objeto do Pedido de Restituição.


    CABE RESSALTAR QUE O PROCEDIMENTO DE PEDIDO DE RESTITUIÇÃO NÃO DEIXA DÚVIDA QUANTO A SUA VERACIDADE E EXISTÊNCIA LEGAL NA SRF, UMA VEZ QUE OS PASSOS 2 E 3 NA PÁGINA 5 DESSA APRESENTAÇÃO, SÓ SE CONCRETIZAM PORQUE EXISTE DENTRO DA SRF A PLATAFORMA DIGITAL (O SOFTWARE) DO CAMINHO LEGAL PARA TAL PROCEDIMENTO.

    Exemplo

    Considerando que a empresa recolha R$ 50 mil mensais em tributos federais, ingressa-se com o procedimento restituitório, 100% administrativo, e em seguida, passa-se a compensar os tributos federais, mês a mês (quantidade de meses a compensar é de acordo com a escolha da empresa), de modo que os R$ 50mil que a empresa deveria recolher em tributos mensalmente, recolherá R$ 17 mil, com o deságio de 66% com a utilização das Cártulas. A economia de R$ 33 mil ficarão liberados para serem utilizados como capital de giro, investimentos ou mesmo para pagar parcelas em curso junto ao Fisco Federal, como exemplo o REFIS ou mesmo outros parcelamentos, junto ao INSS ou PGFN.


    Alerta


    CUIDADO COM AS FRAUDES QUE EXISTEM NO MERCADO. OS TÍTULOS DO GOVERNO FEDERAL (OTN, LTN, ETC.) PARA ESSE E QUALQUER OUTRO TIPO DE OPERAÇÃO,NÃO EXISTEM MAIS POR FORÇA DE LEI.CONSULTE A CARTILHA DE FRAUDES DA PROCURADORIA GERAL DA FAZENDA-PGRF.SOMENTE A GLASNER & GLASNER DETÉM HÁ 18 ANOS A EXPERTISE METODOLÓGICA E AS CÁRTULAS, PARA ENTRAR COM O PAF- PROCESSO ADMINISTRATIVO FISCAL NA SRF PARA PROCEDER COM O DESÁGIO DAS COMPENSAÇÕES DO CRÉDITO DO EMPRÉSTIMO COMPULSÓRIO DA SRF.DURANTE TODOS ESSES ANOS JÁ FORAM MAIS DE 50 BILHÕES COMPENSADOS.



    Fale Conosco